Informações sobre a economia do Anistiado:

N
a volta do exílio de 7 anos, 9 meses e 15 dias, com os seus 2 filhos, sem exercer atividade econômica que pudesse denuncia-lo, e SEM CAPITAL para recomeçar a sua Indústria que foi fechada pelo DOPS, com um montão de títulos protestados e desacreditado entre os seus antigos clientes, por não ter podido honrar as GARANTIAS e MANUTENÇÂO dos equipamentos, em que até as HOMOLOGAÇÔES do DENTEL/ Anatel tinham  expirado, ainda tentou 2 sociedades, em outros ramos, tendo sido roubado por sócios.

Entre outras tentativas, em 2005 foi morar em Piracicada com um dos filhos que na época se encontrava em boas condições, com uma loja no Shoping de Piracicaba, mas já com 74 anos. (na época)
Ao longo desses anos, figurou como titular da loja do filho, o que lhe permitiu uma APOSENTADORIA do INSS de salário mínimo. (agora fixado em 980 Reais)

Relacionando as despesas atuais: (números redondos)
---  Apartamento 850 Reais mensais.
---  Condomínio  480 Reais mensais.
---  UNIMED -  Seguro de saúde,  750 Reais mensais.
---  Internet, TV a cabo, 180 Reais mensais.
---  Alimentação, gazolina, remédios, 1000 Reais mensais.  (carro de 18 mil Reais)
TOTAL:    R$3.260,00 mensais.

Tirando o salário mínimo do INSS de 980 ao longo de 13 anos, (desde 2005)
O filho entrou com o déficit de 13 X 12 X 2.260,00 = 350 MIL (Plus)

Ocorre que o filho que em 2005 se encontrava em excelentes condições econômicas, em 2017 foi entregar as chaves da loja à diretoria do Shoping de Piracicaba, pois estava em condição pré-falimentar com mais de 100 mil Reais de Títulos no Protesto.
A Diretoria do Shoping deu ao filho 6 meses sem custos de aluguel da loja, pedindo para não fechar a loja, pois desencadearia um "efeito dominó" que levaria outras lojas também fecharem !!!


Foi quando o Anistiado recebeu 100 mil Reais da Comissão de Anistia Política e socorreu em boa hora o filho em apuros !  --- e não podia ser diferente, pois o Anistiado devia mais de 300 mil ao filho.

A situação econômica atual, na iminência de sofrer um DESPEJO por falta de pagamento de aluguél, o Anistiado fez "uma reserva" no "LAR DOS VELHINHOS" em que a municipalidade tem um programa de assistência aos idosos.
O Anistiado hoje com 87 anos, e não havendo condições de morar no mesmo apartamento do filho devido ao tamanho de apartamento e a quantidade de pertences do Anistiado.